You are currently viewing Estão roubando minha energia, o que fazer?

Estão roubando minha energia, o que fazer?

Estão roubando minha energia elétrica, e agora?

Infelizmente, o gato de energia elétrica é algo bem comum nas cidades brasileiras. Mas, e quando a situação acontece com você e sua conta começa a vir muito mais alta do que você está acostumado a pagar?

Essa é uma situação que pode causar grandes transtornos ao usuário de energia elétrica. Isso porque não basta identificar que a energia está sendo roubada, é preciso agir para que você não pague além do que realmente consumiu, ou seja, do que é justo.

Por isso, elaboramos este texto para explicar o que fazer quando for vítima de desvio de energia. Você vai entender como identificar que estão pegando e como entrar na justiça para garantir os seus direitos.

Continue a leitura e fique por dentro sobre roubo de energia elétrica.

Como saber se estão roubando a sua energia elétrica

Em primeiro lugar, é preciso que o consumidor identifique se a alta na conta de energia é, de fato, um desvio. Afinal, recentemente passamos por um aumento nas tarifas e isso poderia justificar o porquê de você estar pagando a mais.

Essa avaliação precisa ser feita de forma justa e cautelosa, para que tudo seja feito da melhor forma possível e para que não haja transtornos futuros.

Para isso, a orientação é que você avalie alguns pontos antes de afirmar que está sendo vítima de roubo, como:

  • No período de conta mais alta, mais pessoas estavam em casa ou passando maior tempo na residência?
  • Houve um aumento no uso de equipamentos elétricos ou houve alguma aquisição de aparelho que consuma mais energia como máquina de lavar, geladeira ou micro-ondas?
  • Houve algum aumento de tarifa da distribuidora, caso que acorre em algumas épocas do ano como no verão?

Se você avaliou todos os pontos e a resposta para as perguntas que fizemos foi “não” em todas elas, existe uma grande chance de você ser mesmo vítima de roubo de energia elétrica. Assim, é hora de aprofundar avaliação do consumo de energia que está sendo cobrado.

Para isso, é preciso que você verifique o seu medidor de energia. Isso porque para que haja um roubo de energia diretamente da sua residência, tem que haver uma ramificação da sua rede saindo para algum lugar que você desconhece.

Mas atenção: não é recomendado que você faça isso sozinho. Mexer com energia elétrica sem ser um especialista no assunto ou sem os equipamentos necessários pode ser perigoso. Você corre o risco de levar choques ou se machucar de alguma forma.

Além disso, caso você mexa em algum ponto específico que não deve ser alterado, você pode acabar gerando algum curto-circuito, fazendo cair a energia.

Por isso, caso esteja desconfiado de gato no seu medidor, acione um eletricista de confiança para que seja feita a inspeção de forma correta.

Leia também: Equipamentos eletrônicos queimados por queda de energia.

Quais os tipos de roubo de energia?

Bom, estão roubando minha energia, mas como isso é feito? Existem dois tipos de roubo de energia elétrica mais conhecidos:

  • Alteração no relógio medidor;
  • Ligações clandestinas feitas diretamente no sistema elétrico.

Essa ligação pode ser feita ao puxar a fiação diretamente da vizinhança, por exemplo, causando um prejuízo ao outro consumidor.

A verdade é que independentemente do tipo de roubo realizado, as irregularidades causam prejuízos tanto à vítima quanto às companhias elétricas, de cerca de milhões de reais por ano. Elas causam um grande impacto financeiro e podem piorar a qualidade do serviço prestado, o que prejudica ainda mais o consumidor.

Quando há roubo de energia, o consumo não é medido corretamente. A Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL precisa compensar o faturamento fazendo com que a quantidade furtada não suma.

Assim, todo o custo é distribuído para os demais consumidores, aumentando o valor na sua conta de luz.

Estão roubando minha energia, posso denunciar?

estão roubando minha energia

Sim, é possível e também muito importante fazer a denúncia do gato de energia. Como falamos há pouco, mesmo se você for a vítima direta do roubo de energia, ou não, será prejudicado pelo crime de alguma maneira.

Somente com denúncia por parte dos usuários fica mais fácil fazer com que essa “varredura” em gatos seja realizada de forma mais rápida e eficaz.

Praticamente todas as distribuidoras de energia elétrica possuem um canal de denúncia em seus sites ou aplicativos para que sejam feitas denúncias de gato.

É importante que a agência que distribui energia elétrica para sua residência esteja ciente da possibilidade de gato em sua vizinhança para que ela possa agir regularizar a situação.

Fique tranquilo, as empresas mantêm o sigilo do nome de quem realizou a denúncia e enviam, com urgência, uma equipe para inspeção.

Veja como fazer reclamação na CEMIG e na ENEL.

Como entrar na justiça contra o gato de energia?

Além de realizar a denúncia de gato junto às empresas distribuidoras de energia elétrica, é possível entrar na justiça contra a pessoa que está realizando o ato.

Para isso, é preciso que um especialista em direito do consumidor avalie a situação e verifique se o caso específico é passível de uma ação judicial.

A Quero Meus Direitos une cidadãos que buscam por seus direitos a advogados especializados no assunto.

Além disso, é fundamental conhecer seus direitos em relação a outros problemas que envolvem o fornecimento de energia elétrica como:

  • Cobrança indevida;
  • Queima de eletrodoméstico por causa de queda de energia elétrica;
  • TOI, Termo de Ocorrência e Inspeção, emitido de forma indevida para você;
  • Corte indevido de energia elétrica;
  • Indenização por falta de energia elétrica;
  • Entre outros.

Entre em contato e lute por seus direitos.