You are currently viewing Cancelei meu plano de telefonia e continuam cobrando, o que fazer?

Cancelei meu plano de telefonia e continuam cobrando, o que fazer?

Você finalmente conseguiu finalizar ou alterar seu contrato com a operadora e, quando acha que tudo está resolvido, recebe uma cobrança após cancelamento de plano de telefonia. E agora, o que fazer?

Muitas pessoas, após cancelarem o serviço, recebem algum tipo de cobrança e é preciso estar atento para entender se ela é devida ou não. Caso não seja, será preciso procurar os seus direitos.

Quer saber como? Neste texto, falaremos um pouco mais sobre o cancelamento de plano de telefonia com cobrança posterior. Continue a leitura e entenda!

Quais são as causas por ser cobrado após o cancelamento do plano?

Para você que recebe a cobrança após o cancelamento do plano de telefonia, saiba que existem algumas causas comuns para isso acontecer. São elas:

  • Pagamento da fatura do serviço não registrado;
  • Serviço cancelado no meio do mês vigente da fatura;
  • Cancelamento antes do prazo final de fidelidade;
  • Fraude no cancelamento do seu serviço: quando o atendente fala que cancelou, mas, de fato, não registrou no sistema;
  • Cobrança realizada por erro do sistema.

Esses são apenas alguns motivos comuns para cobrança após o cancelamento do plano de telefonia. O importante é analisar corretamente o porquê da cobrança e agir para que ela seja contestada.

Existe cobrança indevida em plano de telefonia?

A cobrança indevida de um plano de telefonia, infelizmente, é algo comum no Brasil. E as empresas de telefonia mais conhecidas como TIM, Oi, Claro e Vivo já estão acostumadas a receberem, diariamente, contestações sobre cobrança indevida.

Por causa disso, as operadoras já fazem um sistema facilitando essa contestação, para que tudo seja feito de forma mais rápida e prática e para que o cliente não precise entrar na justiça contra a empresa, o que causaria um transtorno maior.

Mesmo assim, esse é um processo chato, que pode fazer com que o cliente perca um tempo tentando resolver.

Multa por fidelidade: cobrança devida mesmo após o cancelamento

Além das cobranças indevidas, que acontecem bastante, há ainda um caso de cobrança posterior, que é legal e correto: a multa por fidelidade. Veja como funciona:

Algumas empresas atrelam o serviço oferecido de telefonia com outros benefícios, gerando assim a fidelidade de plano que, geralmente, gira em torno de 12 meses.

Quando o cliente realiza a quebra de contrato antes do fim da fidelidade de 12 meses, ele está sujeito ao pagamento de multa por cancelamento. Geralmente, essa multa é prevista em contrato assinado pelo próprio cliente no ato da contratação do serviço.

Dessa forma, essa se torna uma cobrança devida, ou seja, correta!

Por isso, antes de realizar o cancelamento do seu plano de telefonia, verifique o seu contrato junto à operadora e analise se você possui ou não a fidelidade do serviço. Se você, de fato, possuir a fidelidade, faça os cálculos para ver se vale a pena realizar o cancelamento naquele momento.

Como saber se a cobrança é indevida?

Em primeiro lugar, você deve analisar se quando você cancelou seu plano de telefonia o mês vigente da sua conta já havia virado. Isso será essencial para que você entenda se a operadora está te cobrando proporcional ao que você já havia usado do serviço.

Para isso, você pode acessar a sua conta do plano de telefonia e fazer os cálculos de quando acontece a virada do mês.

Uma outra opção é entrar em contato com a operadora e questionar sobre a cobrança. Dessa forma, os atendentes poderão te explicar de fato o que ela significa e você irá tirar suas conclusões se ela é devida ou não.

Como resolver uma cobrança após cancelamento de plano de telefonia?

Cobrança após cancelamento de plano de telefonia

Caso tenha a cobrança indevida, realizar a contestação diretamente com a operadora é a forma mais simples de se ter seus direitos garantidos.

É claro que, algumas vezes, você não vai conseguir resolver dessa forma, o que vai te obrigar a procurar outros meios. Mas a dica é: precisou resolver uma cobrança indevida de plano de telefonia? Entre em contato com a operadora.

Antes disso, junte todos os documentos necessários para provar que você já realizou o cancelamento e que a cobrança é indevida.

Ao falar com o atendente, ele vai te pedir todas essas informações.

Não se esqueça de pedir o número do protocolo de atendimento, ele será importante caso você venha ter problemas com a sua contestação de cobrança.

Caso sua reclamação seja procedente, a operadora irá retirar o débito contido em seu nome. Se você já tiver realizado o pagamento da cobrança, a operadora irá realizar o reembolso do valor para você.

Caso contrário, a cobrança será cancelada e você não precisará se preocupar mais.

Não consegui resolver com a operadora, e agora?

Se você tentou resolver com a operadora e não teve resposta positiva, uma outra opção é realizar a reclamação por meio da ouvidoria da operadora do plano de telefonia.

Vale ressaltar que, para reclamar na ouvidoria, é preciso que você tenha o número de protocolo em mãos da primeira reclamação que você fez por vias normais.

Dessa forma, entre em contato com a ouvidoria, registre sua contestação e aguarde o retorno que acontece, geralmente, em cinco dias úteis.

Reclamação na Anatel

Outra forma de resolver o problema é realizar a reclamação por meio da Anatel. A Anatel é a agencia que regulamenta as empresas de telecomunicação e ela fica responsável por receber esse tipo de reclamação e intermediar um acordo entre operadora e cliente.

Para realizar a reclamação na Anatel também é preciso ter, em mãos, o número de protocolo confirmando que você tentou contato com a operadora.

Acionando a justiça

A Quero Meus Direitos une cidadãos que buscam por seus direitos a advogados especializados no assunto.

Quer solucionar o seu problema? Entre em contato e lute por seus direitos!