You are currently viewing Por que o home office está fazendo mal para sua saúde?

Por que o home office está fazendo mal para sua saúde?

O trabalho em home office se tornou a realidade de muita gente nos últimos anos, principalmente após a pandemia do COVID-19, que obrigou empresas do mundo todo a se adaptarem e manterem seus funcionários em isolamento social.

Apesar dos pontos positivos do teletrabalho, como poder evitar as horas no trânsito, ficar mais tempo com a família e – em alguns casos – fazer seu próprio horário, o serviço remoto tem trazido diversos problemas para quem não estava acostumado a essa rotina. E o pior: a maioria deles ligados à saúde física e mental.

Para entender melhor sobre o assunto, continue a leitura e veja os motivos de o home office fazer mal à saúde e como evitar esses impactos negativos na sua vida.

É real: Home office pode fazer mal à saúde

Uma pesquisa de 2020 feita pelo LinkedIn mostrou que 62% dos profissionais entrevistados estão mais estressados no home office do que se estivessem na empresa. Outro estudo feito pela empresa Workana, mostrou que 28% das mulheres desenvolveram doenças relacionadas à ansiedade.

Entenda quais são os problemas e porque o home office pode fazer mal à saúde:

Estresse e Burnout

home office faz mal à saúde estresse

Os impactos na saúde mental das mudanças na rotina de trabalho, junto com a tensão gerada pela pandemia e a necessidade de aliar cuidados com a casa, filhos e a profissão estão cada vez maiores.

As pessoas se sentem mais estressadas, sobrecarregadas com excesso de funções e ainda têm a pressão de terem que ser produtivas em um ambiente não favorável ao trabalho.

Especialmente entre as mulheres, a dificuldade de concentração é grande (24% das entrevistadas relatam o problema), já que é preciso dividir a atenção com as atividades domésticas e familiares.

Outro motivo para o aumento da ansiedade é a privação à socialização. Por não poderem sair de casa e encontrarem amigos e familiares, as pessoas estão desenvolvendo sinais de depressão, se sentindo mais solitários e desmotivados.

Sedentarismo

E não é só a saúde mental que está sendo afetada. Os dados mostram que 43% das pessoas entrevistadas estão fazendo menos exercícios físicos. O sedentarismo desencadeia diversos outros problemas de saúde, como:

  • Ganho de peso corporal, que pode levar à obesidade e outras doenças associadas;
  • Diminuição da oxigenação, já que o corpo é menos estimulado a acelerar a frequência cardíaca;
  • Redução da produção de hormônios ligados ao sono, o que tem feito muitas pessoas terem insônia nesse período;
  • Problemas de postura e coluna, ao passar muitas horas sentado, geralmente em cadeiras inapropriadas.

Como se cuidar no home office?

Para evitar esses problemas que falamos há pouco, o ideal é que o cuidado com os funcionários seja uma via de mão dupla: os próprios colaboradores devem procurar formas de se manter saudáveis, mas a empresa também deve ser corresponsável.

A corrente da gestão humanizada, cada vez mais forte no mercado atual, entende que os empregados são pessoas e, com isso, têm necessidades e interesses.

Os chefes, portanto, devem procurar ser mais flexíveis em relação aos horários e metas, ter clareza na comunicação com seus funcionários e ajudá-los a enfrentar seus problemas no home office sempre que possível.

Sabemos que nem sempre isso acontece, então é importante que você saiba se cuidar. Veja como:

Defina seu horário de expediente

No home office o controle de ponto fica suspenso. Mas isso não significa que você precise ultrapassar sua jornada de trabalho. Pelo contrário.

Se na empresa você trabalhava 8 horas por dia (limite previsto na Consolidação das Leis do Trabalho), deve manter essa jornada em casa. Utilize as outras horas com outras atividades, como exercícios físicos, momentos de lazer com a família e descanso.

Ao trabalhar em casa, é comum que as pessoas percam o limite de horário. Não deixe que isso aconteça com você. A mesma pesquisa do LinkedIn mostra que 68% dos brasileiros em home office estão trabalhando ao menos uma hora a mais por dia. 21% chegam a trabalham até 4 horas a mais.

Cuide da sua alimentação

Como falamos, o sedentarismo é um dos principais problemas relacionados a home office X saúde. Ao trabalhar de casa, muitas pessoas optam pelo delivery e por uma alimentação desbalanceada, com muitos carboidratos e gorduras.

Pães, biscoitos e bolos em excesso podem levar a um aumento na produção de insulina e isso pode te deixar constantemente com a sensação de fome, o que atrapalha sua produtividade. Além disso, pode gerar problemas crônicos graves, como diabetes e obesidade.

Fazer exercícios físicos

home office mal saúde

Nesta mesma linha, é importante lembrar que mesmo dentro de casa é preciso se exercitar. Procure fazer uma caminhada pelo quarteirão, se possível, seguindo todos os protocolos de segurança ou faça exercícios que são possíveis de praticar na sua sala – como musculação, ginástica funcional, yoga, pular corda ou dança.

A atividade física é a principal forma de estimular o metabolismo, a circulação sanguínea e a queima de calorias e isso vai ajudar a melhorar seu sono, sua disposição no dia a dia, te deixará mais feliz e menos propenso a desenvolver ansiedade. O fortalecimento dos músculos também contribui para a postura corporal e evita problemas de coluna, joelhos e quadris.

Entenda seus direitos no home office

Desde a reforma trabalhista, o teletrabalho passou a ser regulamentado. Agora, deve constar o home office no contrato de trabalho, assim como as normas específicas da empresa em relação à nova rotina. Caso a empresa pague hora extra e controle a jornada por meio da produtividade ou horário de envio de e-mails, por exemplo, é preciso constar no contrato.

É importante lembrar que seus direitos (caso trabalhe em regime CLT) permanecem os mesmos no home office na pandemia: salário, direito à 13º, férias e FGTS. Além disso, a MP 927 responsabiliza a empresa a pagar os custos que o funcionário tiver com a estrutura necessária para trabalhar, como equipamentos eletrônicos.

Quer saber mais? Leia agora tudo sobre seus direitos no home office e quais são os deveres da empresa para a qual você trabalha.

Este post tem 3 comentários

Comentários encerrados.