You are currently viewing 5 Passos para limpar nome sujo e voltar a ter crédito

5 Passos para limpar nome sujo e voltar a ter crédito

Estar negativado é um grande inconveniente, não é mesmo? Ser impedido de fazer compras no crédito, de emitir um novo cartão de crédito, ter dificuldades para abrir conta no banco, conseguir um empréstimo ou um financiamento. São muitas as dores de cabeça que um CPF sujo traz e é por isso que hoje você vai aprender como limpar nome, regularizar a sua situação e voltar a ter acesso a crédito no mercado.

Veja agora cinco passos simples e rápidos para limpar nome negativado!

Como limpar nome sujo em 5 passos

Para regularizar a situação do seu cadastro nos serviços de proteção ao crédito, como o Serasa Consumidor, o SPC e SCPC Boa Vista, e sair da inadimplência, siga as orientações abaixo:

1. Antes de limpar nome, consulte seu CPF

Para começar, é preciso entender a sua situação e ter um panorama geral da sua dívida. Ao fazer um cadastro do Serasa Consumidor, você tem acesso a todas as pendências ligadas ao seu CPF e sabe quanto está devendo e para quais empresas, bancos ou credores, de modo geral.

Ao consultar seu CPF na Serasa, é possível que você encontre dívidas que nem saiba ou até que o credor não tenha incluído seu CPF nas listas de nomes negativados. Para isso:

  1. Acesse o site da Serasa Consumidor e crie sua conta inserindo seus dados pessoais;
  2. Em seguida, você será direcionado à página principal do Serasa Consumidor e poderá ver suas pendências na tela.

2. Planejamento financeiro

Para limpar nome, você precisará quitar os seus débitos e se livrar das pendências. Assim, ao deixar de ser inadimplente, as empresas removerão seu CPF dos cadastros. Mas, para que isso possa acontecer, você precisa ter dinheiro.

Parece óbvio, mas sair das dívidas não é assim tão simples. O principal aqui é que você consiga se organizar para saber:

  • Quantas dívidas tem;
  • Qual o valor total delas;
  • Quanto recebe por mês (salários, aluguéis, rendimentos);
  • E quanto gasta.

Com tudo claro, você saberá onde economizar para que esse dinheiro possa ser utilizado no pagamento da dívida. Com o nome sujo, muitas vezes é difícil conseguir um empréstimo para pagar as dívidas. Assim, a solução deve partir do seu controle financeiro.

Liste todos os seus ganhos e gastos e procure cortar gastos invisíveis ou dispensáveis, como planos de internet ou TV por assinatura, pedidos em aplicativos de delivery, saídas aos fins de semana, viagens de férias, alimentação em restaurantes etc. A prioridade agora é o pagamento das dívidas para ter o nome limpo.

3. Pague suas dívidas

Como falamos, a melhor forma de limpar nome é, efetivamente, pagando as dívidas. Agora que você já se organizou, em cinco dias úteis após o pagamento a empresa credora deve regularizar sua situação e remover seu CPF da lista de inadimplentes.

A negociação para pagamento das dívidas pode ser feita diretamente com a empresa a qual você está devendo ou pelo próprio site da Serasa. Nesse caso, é preciso verificar as ofertas disponíveis na tela e, se alguma delas corresponder à empresa para quem você deve, você poderá fazer um acordo. Veja como fazer:

  1. Faça seu login na página do Serasa Consumidor, com os dados do cadastro que você fez no primeiro passo deste tutorial.
  2. Veja quais ofertas estão disponíveis;
  3. Se você tiver alguma dívida em aberto com alguma das empresas parceiras da Serasa, será possível clicar em “Ver Oferta”;
  4. Pense bem antes de aceitar a oferta, avaliando se você tem condições de arcar com a dívida e as condições oferecidas naquele acordo;
  5. Caso esteja em um bom momento para pagar suas dívidas, defina a forma de pagamento, condições de parcelamento e selecione “Concluir Acordo”.

Lembre-se que se você não tiver atualmente com uma boa situação financeira, pode não valer a pena parar a dívida agora. Essa renegociação pode render em mais dívidas e a situação se torna uma verdadeira bola de neve. Planeje-se antes!

4. Negocie suas dívidas

limpar nome negociação

Caso não exista um acordo condizente com as suas dívidas na Serasa, você precisará procurar o credor para fazer o pagamento. Aqui, a dica principal é fazer uma negociação. Tente pedir uma redução de juros ou fazer com que as parcelas caibam no seu orçamento mensal.

Se você conseguir pagar um montante maior, melhor ainda! Assim, você reduz o valor das parcelas ou o prazo de pagamento. Em geral, as empresas e bancos têm interesse que o inadimplente pague a dívida e, com isso, tendem a oferecer boas propostas para pagamento.

5. Espere o prazo de validade da dívida

Apesar de não ser tão recomendada, esta é uma estratégia que funciona para limpar seu nome, caso a dívida esteja próxima de completar 5 anos. Isso porque, segundo o Código de Defesa do Consumidor (Art. 43, §1º), após cinco anos a dívida “caduca”, ou seja, prescreve e seu registro é removido do banco de dados dos órgãos de proteção ao crédito.

É claro que, mesmo que seu nome não esteja mais sujo, a dívida continuará existindo e você precisa pagá-la. Caso contrário, o credor pode levá-lo à justiça e a situação se agravará, com outras consequências legais e a vida financeira prejudicada.

Continuo negativado, o que fazer?

Se depois de concluir os passos acima, pagar as suas dívidas, aguardar cinco dias úteis, seu registro não for excluído dos cadastros da Serasa ou SPC, é hora de acionar a justiça para garantir seus direitos.

Tenha guardado todos os documentos que comprovem que você quitou suas pendências, como comprovantes de pagamento, além de números de protocolo de conversas feitas com os credores e outras formas de prova.

Com tudo em mãos, entre em contato com a equipe do Quero Meus Direitos. Com uma consultoria gratuita, você pode nos contar sua história, relatar seu problema e nós tentaremos um acordo para você. Informaremos também se você tem direito a indenizações e outros procedimentos a seguir.

Caso a empresa não tenha interesse em fazer um acordo, nós encaminhamos seu caso para escritórios de advocacia parceiros para que você possa receber seus direitos.

Quer garantir seus direitos? Entre em contato agora mesmo!

Este post tem 5 comentários

Comentários encerrados.